revisão
re.vi.são
sf (lat revisione) 1 Ato ou efeito de rever1. 2 Exame minucioso e atento em nova leitura. 3 O trabalho empregado no estudo de uma obra para a emendar, corrigir ou aperfeiçoar. 4 Correção de provas tipográficas. 

Eu passei os últimos três meses escrevendo Anômalos 3 naquele esquema que funciona para mim: prosseguindo mesmo detectando falhas de enredo e de continuidade, escrevendo para chegar no final e ter uma história mais ou menos estruturada. Tem quase um mês que terminei de escrever e mandei o manuscrito para as boas mãos da minha agente e dos meus betas e, ontem, recebi de volta a versão com os comentários da Gui para poder trabalhar.

Hoje, eu passei o dia relendo A Ilha dos Dissidentes e A Ameaça Invisível para ver pontos que posso ter esquecido de abordar no livro, relembrar nomes e situações que eu já esqueci e me reambientar com a história antes de cair com olhos críticos e crueis no primeiro rascunho para transformá-lo em algo um pouco mais legível.

Essa vai ser a primeira de muitas vezes que vou fazer isso até a publicação do livro, na Bienal do Rio de Janeiro.

UGHHHHHHH POR QUE

UGHHHHHHH POR QUE?

Eu acho que tem muito autor iniciante que confunde os tipos de revisão que existem. Nesse momento, não é só uma revisão ortográfica, que detecta erros de português, é uma revisão de enredo, de situações, de cenas, de estilo de escrita. Mudam-se palavras, cortam-se repetições, cenas se tornam mais claras, personagens são eliminados, capítulos reescritos… É uma revisão estrutural, para aprimorar ritmo, história e leitura. É aqui que a opinião dos leitores Beta é mais importante, e a conversa com eles também. É muito fácil, como autor, entender o que você diz porque a história está toda em sua cabeça. Mas para outros, o que é claro para você, pode ser extremamente confuso! A gente sempre tem que lembrar que o leitor não sabe o que se passa a não ser que você escreva. No primeiro rascunho isso não é uma grande preocupação porque o que interessa é ter alguma história.

Na revisão é o principal objetivo. As coisas precisam ser claras. Você precisa ponderar se seu enredo está bem amarrado e quais partes não ficaram tão boas quando escritas; precisa considerar se todas as cenas estão claras, se o texto está limpo e no estilo que você espera. No processo, você pode ver que algo que colocou mais para o fim fica melhor no início ou, o contrário, que algo que está no início fica melhor no fim. No final, é o processo de esmiuçar o trabalho que você fez e ver se todas as pecinhas estão no lugar certo e, se não estiverem, você tem que dar um jeito.

Esse é o gif que o title2come usou para revisão e acho bem bem preciso.

Eu ainda não comecei efetivamente a fazer modificações e ainda estou naquele estágio em que levanto e enumero o que precisa ser feito para planejar a melhor forma de fazer isso. Espero que essa fase termine hoje e o resto do meu feriado seja passado comendo ovo de páscoa enquanto bato a cabeça na mesa me perguntando porque a Bárbara do Passado deixou todos esses problemas para a Bárbara do Futuro (no caso, euzinha no momento).

A Bárbara do Passado mandou esse gif pra pedir desculpas para mim e não dá pra continuar com raiva

A Bárbara do Passado mandou esse gif pra pedir desculpas para mim e não dá pra continuar com raiva